Feelings · Vida no Exterior

– Sobre despedidas –

Foto Google Images

Despedidas muito mais do que momentos tristes e de chororô, são momentos muito reflexivos. Onde você passa a observar cada detalhe do rosto, das ações e do jeito que pronunciam as palavras aqueles que você ama. Você observa tanto que é impossível não perceber a força que eles fazem para não demonstrar na face as lágrimas óbvias do momento, a tentativa desajeitada de demonstração de ” é rapidinho, logo vocês estão de volta, nem é tanto tempo assim”. Ou então tentando demonstrar a força que eles desejam que tenhamos sempre para enfrentar os obstáculos.

Você passa a valorizar aqueles momentos rotineiros, onde as ações eram automáticas e que tudo passava despercebido. Nunca foi tão bom um churrasco em família como aquele em que um tentava falar mais alto que outro, e no meio de tantas vozes juntas entendia-se o que parecia ser advertências sobre os costumes de outréns que qualquer pessoa não aprofundada no assunto sabia, mas que você ouvia atentamente como se nunca tivesse ouvido isso antes somente pelo prazer daquele momento de aconchego quando alguém tem somente a intenção de te proteger.

Despedidas são um verdadeiro exercício de “memória fotográfica”, onde tenta-se a todo custo fixar na memória imagens que serão um afago na alma nos momentos difíceis em que o mais próximo do calor humano desejado será o aquecedor no fim do dia.

Na minha família sempre prevaleceu uma certa “frieza de emoções”, típica de família de interior onde têm-se que ser forte a todo custo, sem essa “frescura” de drama emocional, choro por qualquer coisa, ou milhões de abraços e beijos. Mas uma despedida é sempre uma despedida, até mesmo para uma família durona de interior. Despedidas fazem parte da vida, infelizmente. E de uma coisa eu tenho certeza, depois delas ficamos alguns níveis mais fortes.
E nessas horas sempre carrego uma frase: “uma despedida nunca é um Adeus e sim um até logo”.

Torço para o dia em que consigamos guardar pessoas e momentos em potinhos!

Comentários

Deixe uma resposta